MEMÓRIA DE PAPEL


Que venha a primavera!

 

Quando entrar setembro

E a boa nova andar nos campos

Quero ver brotar o perdão

Onde a gente plantou

Juntos outra vez

Já sonhamos juntos

Semeando as canções no vento

Quero ver crescer nossa voz

No que falta sonhar

Já choramos muito

Muitos se perderam no caminho

Mesmo assim não custa inventar

Uma nova canção

Que venha nos trazer

Sol de primavera

Abre as janelas do meu peito

A lição sabemos de cor

Só nos resta aprender

Aprender

 

Beto Guedes

 

Ela só poderia ter ido embora numa manhã de setembro, exatamente um dia após o início da primavera. Ah, D. Nilda! minha avó querida, meu porto seguro, minha companheira, confidente,  dona de tantas histórias, tantos risos e brincadeiras! Parecia eterna... Deixou saudades e lacunas que jamais foram preenchidas por outra pessoa e eu...fui obrigada a treinar a memória para não esquecer seus gestos, seu carinho, sua voz, seu sorriso, seu perfume, sua passagem.

Sonhamos juntas, reinventamos a vida...

Obrigada Vó.

 

Só me resta aprender.



Escrito por Sô às 17h13
[   ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher
Histórico
Categorias
  Todas as Categorias
  Citação
Outros sites
  Rambynas - dança folclórica
  Lituânia - fotos
  BBC - Brasil
  Cozinhas do Mundo
  Faz Fácil
  Dr.Dráuzio Varella
  PsiqWeb
  UNIAD
  Psicosite
  Teste de Drogas
  Comunidade Bethânia
Votação
  Dê uma nota para meu blog